quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Do luto a luta

Então gente...
Acontece que eu perdi o bebê e foi como na lei de Murphy
"Se algo pode dar errado, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo a causar o maior estrago possível"!
Foi uma montanha russa de emoções, vou contar tudo porque eu ja to seca de tanto chorar e agora é hora de levantar e sacudir a poeira.
Fiquei sabendo que estava grávida na 5ª semana, liguei pra minha médica pra marcar uma consulta mas ela estava viajando fazendo uns cursos,então marquei com uma outra médica conceituada aqui da minha cidade. Me passou um fardo de exames, só no de sangue gastei R$342,00...e repouso por isso não podia ficar sentada. Fiz um ultrassom que não acusou nenhum tipo de sangramento nem descolamento...mesmo assim ela me passou mil remédios e minha médica nada de voltar. Fiquei 40 dias deitada só levantando pra tomar banho e fazer as necessidades fisiológicas. Quando estava na 12ª semana fui fazer um ultrassom pra saber o sexo do bebê, a médica tinha pedido um transvaginal por motivos óbvios! Mas quando cheguei na clinica o médico disse que com 12ªsemanas não precisava que podia ser o obstétrico, eu bati o pé que não porque como a camada de gordura era densa podia dar erro e ele me falou que sabia oque estava fazendo...me apertou, me apertou, me apertou e não via nada! Médico estúpido! Nessa hora meu marido ja tava pra pegar ele pelos colarinhos e dar uns tapas, ai ele olhou pra mim e falou que meu útero estava vázio, que o saco gestacional estava irregular e que se eu estava grávida que ja tinha abortado! O chão abriu embaixo dos meus pés, nem sei de que jeito eu entrei no carro até hoje, eu paro pra pensar e parece que as pessoas estavam se mexendo em slowmotion. Fiquei revoltada com o diagnóstico do médico e fui até a Drª que estava me atendendo pra contar o ocorrido, ela me deu um segundo pedido e eu fui para uma cidade vizinha da minha que é referência em Medicina por conta da Faculdade e tudo mais, chegando la fiz o ultra trans como ela havia pedido desde a primeira vez! E o feto estava la sim! Eu vi, meu marido viu perfeitinho porém sem batimentos. O médico que estava me examinando falou que ele estava se desenvolvendo bem, que estava do tamanho certo mas não tinha mais batimentos e que se estava morto era recente que podia ter sido a adrenalina e recomendou fazer um outro ultrassom depois de uns 15 dias porque as vezes acontece de não conseguirem ver os batimentos mesmo nessa fase. Nessa altura minha cabeça ja estava a milhão não sabia mais em que pensar. Minha tia trabalha na Santa Casa aqui da minha cidade e falou que o médico que fez o 1º ultra em mim ja errou com várias pacientes falando que não tinha bebê e as crianças estão todas vivas por ai que era pra eu passar la porque o Ginecologista da Santa Casa queria me ver e la fui eu com todos os exames atras de mim o bendito do médico viu tudo e falou que tinha sim uma chance mesmo que pequena do bebê estar vivo, eu tava tentando ficar neutra porque a dose de adrenalina poderia matar o bebê. Então o médico me falou que era pra eu esperar mesmo e fazer um exame de sangue pra ver se ainda tinha o hôrmonio da gravidez presente e caso ele fosse crescendo com o passar dos dias era sinal de que o nenem estava bem.E a médica que estava cuidando de mim falando que o bebê ja estava morto sim e que eu tinha que fazer curetagem até Sexta-feira(19/08) senão podia infeccionar tudo e bla bla bla...Na Segunda -feira dia 22 foi niver da minha mãe e a gente fez uma festinha pra ela aqui em casa com aquelas coisas boas sabe que a gente não deve comer mas come , salgadinhos "fritos", assados, bolinho, refri... Na madrugada acordei sentindo umas dores como se fosse gases, a barriga torcendo, tava um frio de raxar acho que foi um dos dias mais frios do ano e eu acordei suando olhei pro lado e meu marido que é calorento tava coberto até o pescoço, fui até o quarto do meu filho pra ver se ele tava suando porque ele também é calorento chegando la passei a mão na mãozinha dele e tava gelado, passei a mão na cabecinha dele e também tava fresquinho, pensei sou eu! Voltei a deitar ( essa foi a minha sorte, porque se tivesse sentado no vaso pra ver se saia alguma coisa teria morrido de susto), me cobri e dormi um dono profundo, acordei assustada um pouco depois, fui me virar na cama e senti que tava molhada quando me virei pra sentar na cama senti como se tivesse uma cabeça saindo de dentro de mim. Fiquei desesperada porque ja sabia oque tava acontecendo, fui pro banheiro em silêncio pra tentar não acordar a casa inteira, foram os dois minutos mais longos da minha vida! Eu podia sentir meu coração batendo tão forte que parecia estar ouvindo o barulho dele ou eu tava mesmo, vai saber! Pensei em mil coisas era fato o nenem tava nas minhas calças e eu tinha que tirar ele dali! Não tinha oque fazer, mas como tirar sem ver!? Eu não queria ver, pensei...se eu me sentar no vaso pra tirar a roupa ele vai cair ou dentro do vaso ou no chão e como eu nunca passei por isso na vida antes graças a Deus não sabia como ia estar, não sabia oque esperar, só sabia que não queria ver. Tirei a blusa e entrei pra dentro do box, tirei a calça olhando pro teto, depois foi a vez da calcinha do mesmo jeito, bem devagar e olhando pro teto, coloquei no chão e fui empurrando pra tras com cuidado, quando ja tinha afastado até a outra parede num lugar que não ia escorrer água eu liguei o chuveiro e comecei a me lavar com a sensação de puxa como você é esperta! Conseguiu tirar sem ver! Ah tah!!! Quando comecei a me ensaboar passei a mão na coxa e caiu um pedaço de placenta, sangue sei la oque que ainda estava grudado em mim...dai não teve jeito, dei um grito digno de Hitchcock, meu marido veio correndo, abriu a porta e viu a cena autoexplicativa! Meu filho acordou e veio correndo mas meu marido disse a ele que a mamãe estava tomando banho e assustou com uma barata ( oque acontece as vezes)! Eu ja tava em estado de choque, dai pra quando cheguei na cama não lembro, só sei que tremia muito e que meu queixo bateu tanto que no outro dia eu não conseguia falar, lembro de ter pedido minha mãe e meu marido perguntou pra que? Eu disse que era pra ela pegar porque eu não queria ver e meu marido falou que não precisava porque ele ia pegar, como de fato pegou e lavou as roupas e o banheiro também. Pela manhã consegui marcar uma consulta, agora com a minha médica de fato que me examinou e falou que realmente o saco gestacional havia saido completamente e que não tinha mais nada mesmo dentro de mim. Passou um remédinho pra eu tomar por 3 dias e na Quinta-feira pela manhã ela me internou no Hospital São Francisco de Assis pra fazer um ultrassom e ver se não havia mesmo restos de placenta e um exame se sangue, os exames confirmaram que não havia nada e graças a Deus eu não ia ter que fazer curetagem...ia ser sofrimento demais também depois de tudo que eu ja tinha passado neh!
A minha médica me passou um monte de vitaminas, me deu um monte de explicações e bla bla bla...
Fiquei mais 15dias em casa e nessa Segunda-feira voltei pra escola.
Ainda não to bem, mas eu vou ficar.
Beijos


5 comentários:

Angela Gaudencio disse...

Amiga! Eu chorei por vc! Que situação! Eu passei pela mesma coisa no começo do ano! Fiz exames, tava tudo certo! E quando fui fazer o ultrassom endovaginal, a médica disse que eu tinha abortado, só que no meu caso eu ainda tive que passar pela curetagem e tudo! Uma dor horrível!! Por isso eu sei como vc tá se sentindo! Já tem 8 meses que aconteceu e vira e mexe eu penso!! É triste! Só quem já passou por isso entende!
Só posso te dizer que a dor diminui com o tempo! E que nessa hora a única coisa a fazer é se entregar na mão de Deus e procurar ocupar sua mente pra não ficar pensando toda hora! Deus vai te confortar! E vai zelar por você! Tenho certeza disso!
Não se afasta daqui não! Eu sei que é difícil! Mas nesse momento é bom se distrair! E nós estamos aqui pra te dar todo apoio que vc precisar!!!

Um forte abraço!

Lindinha disse...

Oh, Deus que experiência terrível! Sinto muito por você, eu tenho sonhado muito em ser mãe (olha que nem casei ainda), mas tenho muito medo da gravidez. Mas se não passarmos por esses riscos também nunca teremos a felicidade de gerar a vida, não é mesmo?! Muito força pra vc nesse momento. bjos!

Beth disse...

Nossa... Minha querida, muita força viu? Imagino a sua dor, o seu susto, a forma como tudo aconteceu foi muito, muito forte, drástica, mas isso vai ser superado. Agora é hora de descansar, relaxar, trabalhar vai ajudar a desanuviar. Deus sabe o que faz. Em 1981 eu engravidei e já descobri com quaes 9 semanas, quando fui fazer o ultrassom também tive um susto desse, no meu caso a gravidez já tinha sido interrompida, infelizmente. Foi um choque. Não precisei fazer curetagem porque também a natureza se encarregou disso, tomei uns remedinhos e pronto. Depois, conversando com outro médico (aquele que era meu ginecologista foi extremamente grosso e insensível na hora que eu mais precisei), ele me acalmou bastante, me confortou, disse coisas que me ajudaram muito. Fiz exames, deixei o tempo passar, realmente passei mais de 1 ano sem querer pensar em gravidez por um tempo. Depois eu quis muito sim e em janeiro de 1983 engravidei, correu tudo super bem e o meu meninão nasceu em outubro. Daqui a 10 dias ele completará 28 anos, é minha maior alegria na vida. Tenha fé. Tudo vai dar certo, viu? Um beijo cheio de carinho e energia positiva.

Beth disse...

Espero que já esteja bem, querida. Força viu? Beijo.
Beth
http://aconquistablog.wordpress.com

Cute Tape Measure disse...

Olá,
Parabéns pelo blog, estou seguindo ;)
Se der, da uma passadinha no meu, estou começando agora e é bom ter a opinião de pessoas experientes no assunto.
Bjocas e sucesso!